Para que serve ivermectina
5
(1)

Um medicamento bem comum e fácil de encontrar.

A grande maioria das pessoas já fez uso da Ivermectina pelo menos uma vez na vida.

Este medicamento surgiu no ano de 1975 , porém só entrou no mercado para comercialização em 1981. Atualmente ela parte da lista de Medicamentos Essenciais da OMS (Organização Mundial de Saúde), esta lista possui os medicamentos fundamentais, mais seguros e eficazes para um sistema de saúde. Veja abaixo para que serve Ivermectina.

A Ivermectina é um fármaco utilizado para o tratamento de vários tipos de parasitas e vermes no corpo humano, tanto interna quanto externamente, como sarna, oncocercose, estrongiloidíase, tricuríase, ascaridíase e filaríase linfática. A utilização deste medicamento também é muito comum no tratamento de piolhos em crianças.

O mecanismo de ação deste medicamento consiste aumentar a permeabilidade da membrana celular do parasita, o que resulta na sua paralisia e morte.

A Ivermectina também pode ser aplicada em animais?

Muitos animais, entre eles cães e gatos estão suscetíveis à contaminação de vermes e sarnas. Por este motivo, existem versões de Ivermectina em comprimido específicas para uso em animais.
De acordo com estudos, respondem favoravelmente à primeira aplicação do medicamento.

Como Tomar Ivermectina?

A dosagem do medicamento varia de acordo com o peso da pessoa.
É fundamental consultar a Bula do medicamento, onde se encontra uma tabela indicativa, antes de tomar.

Porém, como diz a própria Bula, o uso do medicamento é contra indicado sem o conhecimento de um médico especializado.

Efeitos Colaterais

Agora que já sabemos para que serve Ivermectina, veja abaixo alguns de seus possíveis efeitos colaterais:

  • Diarreia
  • Náusea
  • Falta de disposição
  • Dor abdominal
  • Falta de apetite
  • Constipação
  • Vômitos.

Também podem ocorrer outros sintomas como tontura, sonolência, vertigem, tremor, coceira, lesão de pele até urticária, inchaço na face e periférico, diminuição da pressão arterial ao levantar-se, e aumento da frequência cardíaca.

Avalie esse artigo

Clique nas estrelas para avaliar

Classificação Média 5 / 5. Quantidade de Votos 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar esta postagem.