Para que serve um Xilofone?

Boa parte da população não sabe para que serve um Xilofone. Alguns pensam que apenas é um brinquedo de criança e usa para aprender um pouco mais de sonoridade. Entretanto, ele é usado em gravações de discos, concertos de música erudita e também faz parte da cultura popular de alguns países. 

Apesar de parecer um piano por conta das teclas, o Xilofone é do tipo percussão. Tem origem africana, no qual em seus primórdios a sua fabricação colocavam tábuas de madeira, que tinham um som definido. Como resultado, o instrumentista podia trabalhar com a melodia dos mais diversos tipos. 

Por isso, o objetivo deste texto é explicar para que serve um Xilofone e como trabalhá-lo musicalmente. 

O que é um Xilofone?

Você já parou para pensar para que serve um Xilofone? É ideal para quem quer uma sonoridade diferente em suas músicas, independente de qual for o seu estilo musical. Ele é feito de placas de madeira, dispostas parecidamente com as teclas do piano.

O que é um Xilofone?
O que é um Xilofone. Fonte/Reprodução: original.

Mas há algumas diferenças. A primeira é que as teclas mais graves ficam à direita do músico e equivalem às brancas. As placas opostas tem o mesmo peso que as teclas pretas do piano, também recebendo o nome de notas acidentadas. 

Agora vocês vão entender para que serve um Xilofone quando mencionarmos o seu diferencial, o espaço entre as placas. Entre cada placa há um tubo de alumínio que ajuda a deixar o som mais encorpado, fazendo com que rapidamente gerasse interesse das orquestras em utilizá-lo. 

Para que serve um Xilofone?

O Xilofone é usado para fazer sons mais graves e também para deixar a canção com o aspecto mais brilhado. Além disso, nas aulas de iniciação musical para as crianças, o instrumento é ideal para que gerar interesse musical e também curiosidade com cores e tons das notas instrumentais. 

Como resultado, respondemos para que serve um Xilofone, mas não comentamos a sua história, que explicaremos a seguir. 

Qual a origem do Xilofone?

O xilofone, conforme mencionado acima, tem origem das tribos africanas, no qual eles utilizavam madeiras, borrachas duras e baquetas para trazer uma sonoridade mais forte. Logo, ele é um idiofone que também faz a linha de percussão. 

Hoje, as placas podem ser feitas de um material sintético, o importante é que sejam dispostas cromaticamente, assim como o piano. Trazer uma sonoridade mais encorpada é um dos motivos para que serve os Xilofones, principalmente em orquestras.

Qual a origem do Xilofone?
Origem do Xilofone. Fonte/Reprodução: original.

Além das tribos africanas, o sudeste da Ásia, principalmente na Indonésia, também tinham o seu próprio modelo deste instrumento musical. Foi durante o período do Imperialismo europeu que os primeiros instrumentos chegaram nas terras europeias e também na América do Sul. 

O nome do instrumento, neste período, passou a se chamar de xilofone, nome de origem grega para som de madeira. Além disso, o modelo atual que conhecemos tem registro através da música “Dança Macabra”, no ano de 1874, do músico Camille Saint-Säens. 

Então, este texto mostrou para que um Xilofone tanto para os nossos antepassados quanto para a música contemporânea.

Como funciona um Xilofone?

Como qualquer instrumento de percussão, o Xilofone precisa fazer batidas para que o som possa acontecer. Logo, ele precisa de baquetas para gerar a sonoridade que se espera. 

Percussionistas recomendam que essas baquetas precisam ter cabeças, acolchoadas em suas pontas, que pode ser borracha ou tecido. No entanto, outros músicos preferem baquetas com cabeça de madeira um pouco mais rígida. 

Para fazer a sonoridade desejada, só bater em uma das teclas consoante a sua vontade e assim trazer um som grave e, ao mesmo tempo, gerar encanto aos ouvidos. 

A seguir temos um vídeo que mostra melhor para que serve um Xilofone na arte musical. 

Agora veja quais as notas do Xilofone.

Quais são as notas do Xilofone?

Entender a composições das notas dos instrumentos ajuda a compreender melhor para que serve o Xilofone. O instrumento musical é dividido Da esquerda para direita o som fica mais grave com às sete notas musicais além de suas variações. Num xilofone de sete placas, por exemplo, as notas se dividem em Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si e Dó novamente. 

Agora que você sabe para que serve um Xilofone, compartilhe o texto para quem quer saber um pouco mais desse instrumento musical bastante diferente.  

Leave A Reply

Your email address will not be published.